Os segredos do Porsche 919 Hybrid 2017

A marca germânica revelou mais alguns dados sobre a máquina que vai tentar o “tri” em Le Mans. Chassis, aerodinâmica e motor de combustão foram algumas das áreas em maior foco durante o desenvolvimento do novo LMP1. Depois de já lhe termos revelado os 36 números que marcam a vida do modelo 919 Hybrid ao longo dos últimos três anos, e os posters dos históricos antecessores, fique a conhecer os segredos do Porsche 919 Hybrid 2017 através desta fotogaleria.

Com o novo regulamente, a marca afirma ter sido obrigada a reduzir a carga aerodinâmica. Isto diminui a velocidade em curva e aumenta o tempo por volta do 919 Hybrid.
Foram reduzidos de três para dois o número de packs aerodinâmicos para a temporada do Mundial de Resistência. Assim o LMP1 alemão tem um destinado a circuitos lentos e outro para pistas mais velozes, como La Sarthe.
A nova frente do Porsche 919 Hybrid é menos inclinada. Isto reduz a sujidade e borracha acumulada, que prejudicam a perfeição a rasgar o vento.
Uma nova gestão eletrónica do controlo de tração prolonga agora a vida dos pneus, uma situação fulcral na estratégia para uma prova de resistência
A Porsche designou uma equipa especificamente para trabalhar no aumento da eficácia dos motores de combustão e elétrico, transmissão e sistema de recuperação de energia.
900CV é a potência máxima gerada pelo sistema híbrido.
As rodas traseiras recebem 500CV de potência extraídos de um V4 2.0L turbo
Um motor elétrico debita 400CV para o eixo dianteiro. Esta combinação garante tração integral na saída de curvas e momentos de máxima aceleração.
A Porsche afirma que o 919 Hybrid é o único LMP1 que recupera energia tanto nas travagens (60%) como nas acelerações (40%).
Para obter energia em aceleração, é utilizado um engenhoso sistema no escape com uma turbina que gira a 120.000RPM, alimentando um gerador.
Este gerador, acompanhado do sistema KERS que trabalha nas travagens, envia eletricidade para baterias de iões de lítio
Caso fosse preciso o motor de combustão gerar esta energia obtida pelas recuperações, ele necessitava ter mais 100CV e gastaria mais 20% de combustível.
Outra vantagem híbrida são as dimensões mais pequenas dos travões, reduzindo o peso e a fricção aerodinâmica
O 919 Hybrid é considerado o laboratório móvel perfeito, servindo para desenvolver tecnologias já transplantadas para modelos como o Panamera 4 E-Hybrid e o Cayenne S E-Hybrid.
Também para o concept Mission E a participação da Porsche em Le Mans é fulcral, pois o LMP1 da marca ofereceu diversos ensinamentos aplicados a este veículo elétrico.
Um exemplo dessa passagem de tecnologias é o sistema de 800 volts para carregamentos extra-rápidos.
O legado do 919 Hybrid será ainda mais visível quando o modelo de produção nascido do Mission E chegar. E não falta muito, pois está prometido ainda para esta década um Porsche 100% elétrico.
A importância do ‘projeto Le Mans’ também se alarga a outros campos. Como por exemplo pelo facto de ter sido criado o mais evoluído simulador de condução de sempre em Weissach para este efeito.
O 919 Hybrid ao detalhe…
O chassis conta com uma estrutura em fibra de carbono com uma cobertura em “favos” de alumínio
O V4 2.0L de combustão com 500CV recorre a um turbo Garret. Tem injeção direta e cárter seco
A potência máxima eleva-se aos 900CV, graças a um motor elétrico que envia potência para o eixo dianteiro e garante tração integral
O sistema híbrido integra ainda o KERS na dianteira para a energia de recuperação de travagem. Também o escape garante eletricidade adicional, durante as acelerações.
A transmissão é uma caixa sequencial de sete velocidades. Com propulsão traseira, existe ainda um controlo de tração que permite obter tração integral temporária
O 919 Hybrid tem suspensão independente às quatro rodas com sistema “push rods” e amortecedores variáveis
Para a travagem a opção foi para pinças monobloco e discos de carbono ventilados. O condutor pode regular a força de travagem
Destaque ainda para as jantes de magnésio BBS e os pneus Michelin 310/710 18
O peso mínimo do Porsche 919 Hybrid é de 875kg e o depósito tem capacidade para 62,3L de combustível
O LMP1 germânico tem 4,65m de comprimento, 1,90m de largura e 1,05m de altura

Partilhar