Os pilotos mais bem pagos do mundo

A Fórmula 1 ganha por uma escassa margem (3 – 2) à Nascar na tabela dos  atletas mais bem pagos do mundo, uma lista que foi agora publicada pela Forbes e onde o líder é português…

 

Um dos mais prestigiados e procurados rankings do mundo, a Lista dos 100 Atletas mais bem pagos, foi agora revelado novamente pela Forbes. No primeiro posto encontra-se este ano o “nosso” Cristiano Ronaldo, numa tabela onde se contabilizam cinco nomes do desporto automóvel que dispensam apresentações. A NBA domina a parte cimeira da lista, onde outras modalidades como o futebol, o golfe e o futebol americano também têm presença reforçada, pelo que merece ainda mais destaque a presença de Lewis Hamilton no Top-10 do ranking. Ao contrário do que tem vindo a acontecer esta temporada na Fórmula 1 (representada por três atletas), aqui o britânico supera o seu rival Sebastian Vettel, que fica ainda assim poucos lugares abaixo. Em lugares mais baixos da lista encontramos dois atletas da Nascar, que apesar dos salários bastante inferiores acabam por contar com verbas bem mais atrativas nos designados apoios (endorsements).

Lewis Hamilton - 10º classificado na lista, é o piloto mais bem pago do mundo
Aos 33,7 milhões de euros que recebe em salário juntam-se mais 7,1 milhões em apoios, perfazendo um total de 40,8 milhões de euros
Sebastian Vettel - Está colocado em 14º da tabela.
Com um salário idêntico a Hamilton, tem apenas 400.000 euros em apoios, e o total fica nos 34,1 milhões de euros.
Fernando Alonso - Apesar do pouco sucesso nos últimos anos, este bicampeão da F1 é ainda o 20º do ranking.
Ao todo recebe anualmente 33,7 milhões de euros, e o salário é de 33.1 M€.
Jimmie Johnson - O campeão da Nascar está nos derradeiros lugares da tabela, ocupando o 93º posto.
Apesar de ter “apenas” 14,4 milhões de euros de salário, adiciona mais 4,4 milhões de euros em endorsements.
Dale Earnhardt Jr - Outro piloto da Nascar fecha a tabela, colocado precisamente no lugar nº 100.
O seu salário é consideravelmente inferior ao rival Johnson, com 11,9 milhões, mas iguala Lewis Hamilton com 7,1 milhões em apoios. Ao todo são 19 milhões de euros na conta anualmente.

 

Foi recentemente publicada outra lista com os ordenados de todos os pilotos da Fórmula 1. Apesar de serem ainda valores não atualizados (revelando que Hamilton teve um bom aumento nos últimos tempos…) são demonstrativos do “fosso” entre os três mais bem pagos e o resto do pelotão da modalidade e explicam porque razão não encontramos mais pilotos no ranking da Forbes.

 

Partilhar