Os números das multas por não circular à direita

Texto: Nuno Fatela

A GNR levou a cabo uma operação para fiscalizar o comportamento dos automobilistas, focado na obrigatoriedade de circular na faixa mais à direita, e apresentou agora os resultados finais desta iniciativa.

 

A Guarda Nacional Republicana realizou a partir de meio de março a Operação Via Livre, que visava observar o cumprimento por parte dos automobilistas de uma das mais elementares regras de trânsito que muitos condutores ainda esquecem: a obrigação de circular na faixa mais à direita. Após uma primeira fase de sensibilização que decorreu entre os dias 20 e 26 de março, com grande impacto no Facebook desta força da autoridade, de 27 de março a 2 de abril os militares da GNR foram para as estradas supervisionar o cumprimento desta regra. Os resultados finais demonstram que foram fiscalizados 1929 automobilistas, e foram detetadas 840 infrações de pessoas que ignoraram esta legislação. Numa altura em que se aproxima mais um período de férias, com a Páscoa a realizar-se na próxima semana, aproveitamos para reforçar a informação apresentada no Comunicado da GNR, onde se pode ler que “a prática da circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda sem que exista tráfego na via mais à direita, para além de constituir infração ao Código da Estrada, causa constrangimentos à segurança rodoviária e à fluidez do trânsito e potencia o cometimento de infrações por parte dos outros condutores”.

 

Por isso deixamos aqui novamente o conselho para que cumpra as regras do trânsito e seja também assim um condutor que ajuda a garantir a sua própria segurança rodoviária e a dos outros utentes da via.

 

Partilhar