Nunca a Mercedes vendeu tanto em Portugal…


Data: 9 Janeiro, 2018

O ano que terminou foi o melhor de sempre para a marca da estrela, com um recorde de vendas para a Mercedes em Portugal. O emblema germânico continua a crescer, e em 2017 ficou à beira do pódio no mercado automóvel nacional…

A Mercedes-Benz Portugal fez um balanço bastante positivo do ano que terminou, já que conseguiu manter a elevada taxa de crescimento, com uma evolução positivo de 6,5%, e terminou o ano com números nunca antes alcançados. Com um total de 16273 automóveis comercializados, 2017 trouxe mesmo um recorde de vendas para a Mercedes em Portugal, permitindo-lhe ocupar o quarto posto de vendas em território nacional (muito perto do pódio…) e ser a primeira classificada entre os fabricantes premium. Um registo para o qual também contribui o maior interesse dos consumidores pelas motorizações de menor impacto ambiental, já que as vendas de híbridos da Mercedes aumentaram 89,5%.

 

O best-seller da marca é o Mercedes Classe A, que registou um total de 4702 unidades transacionadas. Entre as performances mais positivas, há que destacar ainda o conjunto CLA+CLA Shooting Brake, responsável por 2261 viaturas comercializadas, bem como o novo GLA, com 1179 unidades do SUV compacto entregues. Estes modelos ajudaram a garantir que os compactos são responsáveis por mais de metade do recorde de vendas para a Mercedes em Portugal, já que totalizaram 8728 vendas.

Mas a marca também refere a importância que tiveram os modelos da gama E, que ficou finalmente completa. Uma área que esteve em foco durante 2017 com a chegada das carroçarias Coupé e All-Terrain para o Classe E. Juntando ainda os GLE  e CLS, os modelos desta faixa do mercado significaram 2258 viaturas saídas dos concessionários da marca da estrela. Uma última referência para o grande interesse demonstrado pelo renovado Classe S, já que em apenas quatro meses o topo de gama conseguiu seduzir 98 automobilistas em solo nacional.

 

Os AMG estão também a convencer cada vez mais clientes, com a família de topo AMG GT a acolher a chegada de mais um membro, o novo roadster. Ao todo, foram comercializados 151 modelos com a sigla da divisão de Affalterbach, o que significa um crescimento de 25% na procura. Registos que a marca espera vir a aumentar ainda mais em 2018, com a chegada de novidades como o AMG GT de quatro portas, no último trimestre, mas também graças à renovação das gamas Classe C e dos Classe S Coupé e S Cabrio, bem como com a chegada do novo Classe A.

 

A conclusão dos responsáveis da Mercedes-Benz Portugal é de que este foi um ano extremamente bom, num resultado para o qual não contribui apenas a marca da estrela. Nos números finais da empresa merece também destaque a smart, pois ela consegue ter no nosso país a maior quota de mercado em todo o mundo.

Partilhar