Mercedes traz AMG GT C Coupé a Detroit

Texto: Nuno Fatela

Este é o primeiro modelo da Mercedes a apresentar-se numa “Edition 50” que assinala o 50º aniversário da divisão de performance com sede em Affalterbach.

Nem só de SUVS como o GLA se faz a presença da Mercedes no Salão de Detroit, que foi o palco escolhido para dar a conhecer a nova versão AMG GT C Coupé. Juntando-se ao roadster GT C revelado em Paris, o modelo estará originalmente disponível numa exclusiva “Edition 50”, que arranca com todo o brilho a comemoração do 50º aniversário da divisão de performance AMG. Além desta nova adição à gama do desportivo que utiliza um V8 4.0L biturbo, destaque também para alterações que são transversais a toda a gama AMG GT.

 

Entre as novidades destaque para o novo visual dianteiro conferido pela grelha “AMG Panamericana”, com 15 barras verticais que remetem para o design da versão de competição AMG GT3. Foram igualmente introduzidos novos para-choques dianteiros que enfatizam a largura do Mercedes AMG GT, e nos quais as entradas de ar mais generosas garantem o eficaz arrefecimento do motor. Com as versões de base AMG GT e AMG GT S a contarem agora com novos opcionais, passa a ser transversal a toda a gama o sistema de controlo ativo do fluxo de ar, designado Air Panel, que efetua eletronicamente a abertura ou encerramento de entradas na secção inferior do para-choques para otimizar a refrigeração. Com o mesmo fim, o liquido de refrigeração foi agora colocado num compartimento localizado à frente das rodas dianteiras.

 

Também o bloco V8 biturbo apresenta novidades para as versões menos potentes, com o AMG GT a subir o poder de fogo em 14CV para um total de 476CV e o binário em 30Nm para 630Nm, registos idênticos para o AMG GT Roadster. O segundo patamar de performances, o AMG GT S, ganha 12CV para os 522CV, enquanto o binário tem um upgrade de 20Nm para os 670Nm. Com o GT C, que agora também tem uma versão coupé, a apresentar 557CV e 680Nm, o topo da oferta fica a cargo do AMG GT R, que debita 585CV e 700Nm.

 

O novo Mercedes AMG GT C Coupé é a versão “coberta” do roadster revelado no último Salão de Paris, e estará disponível numa fase inicial apenas através da “Edition 50” que presta tributo ao meio século de vida da divisão de Affalterbach. Identificável pelas formas mais musculadas das cavas das rodas posteriores, que partilha com o AMG GT R e são superiores em 57mm às versões-base, isto permite otimizar o fluxo de ar e também acelerar com mais veemência em curva. Tal como nas versões de 476CV e 522CV, também o GT C tem o seu apêndice aerodinâmico na traseira “escondido” na parte superior da bagageira, sendo eletronicamente acionado quando o modelo atinge velocidades mais elevadas. Entre os atributos do Mercedes AMG GT C destaque ainda para a suspensão desportiva AMG Ride Control e o sistema de rodas traseiras direcionais partilhado com o GT S.

 

A edição especial de lançamento do modelo revelado em Detroit está disponível com duas cores para a carroçaria, o que permite optar entre uma tonalidade cinzenta e outra branca. Os acabamentos escurecidos nas saias laterais, splitter dianteiro, grelha “AMG Panamericana” e o difusor e saída de escape na traseira também caracterizam a “Edition 50”, que tem ainda o desenho das jantes harmonizado para se combinar com estas modificações visuais. O habitáculo apresenta um contraste entre o cinzento e o preto e oferece o pack AMG Interior Night. A distinção da Edition 50 é ainda sublinhada pela sigla colocada nos descansos da cabeça dos bancos desportivos.

 

Uma última novidade para a gama AMG GT passa pelo facto de ser agora disponibilizada a App AMG Track Pace. Esta aplicação, destinada a dispositivos Apple, permite a análise de diversos parâmetros da condução para que o piloto melhore as suas capacidades e ainda contempla a partilha de suportes digitais através do Facebook, Youtube e AMG Private Lounge.

 

Partilhar