Mercedes aposta no bem-estar

Texto: Nuno Fatela

A apresentação do habitáculo Fit & Health num habitáculo transformado do Classe S foi a principal novidade da marca na feira tecnológica CES.

 

O Salão de Detroit, onde a Mercedes apresentou o renovado GLA, está de momento a arrebatar as atenções, mas continuam a existir diversas novidades dignas de destaque reveladas na CES, como o novo conceito de habitáculo da Mercedes focado na melhoria do bem-estar dos ocupantes. Partindo do Classe S, que é já um dos pináculos do luxo no mundo automóvel, o fabricante de Estugarda prepara-se para elevar ainda mais os patamares de requinte e bem-estar a bordo deste modelo, com a antevisão de um conceito de habitáculo denominado Fit & Health. O objetivo é introduzir diversas inovações que façam do automóvel parte integrante na obtenção de um estilo de vida mais saudável e prazeroso, apoiando um estilo de vida mais saudável através de maior relaxamento a bordo. Considerando que o automóvel no futuro será cada vez mais um terceiro espaço para “viver a vida”, após a casa e o trabalho, sensores surgem integrados no automóvel e em wearables específicos, com a função de analisar parâmetros vitais e combiná-los com o conhecimento do meio envolvente para ajudar a melhorar o estilo de vida das pessoas.

 

O aproveitamento das informações obtidas vai destinar-se a reduzir o cansaço ou stress dos ocupantes, por exemplo pela escolha de uma rota mais relaxante para as viagens. Estão também pensados novos bancos “Motion” que elevam para novos patamares as massagens dos automóveis Mercedes, com estes assentos a utilizarem informações obtidas por sensores para irem adaptando a posição e reduzir o cansaço e melhorar a postura dos passageiros. Este novo conceito também tem outras extensões, como pela escolha de uma coletânea musical de acordo com as condições de trânsito e humor do condutor, a introdução de climatização com emissão de fragrâncias e ainda a adaptação instantânea da iluminação. Através de um acordo com a Philips, a Mercedes também pretende introduzir novas tecnologias relacionadas com o campo da saúde, pretendendo num futuro próprio potenciar a capacidade de obtenção de dados através de sensores integrados em wearables com maior segurança e proteção de dados.