Jaguar E-Pace revelado ao pormenor

Juntando-se ao F-Pace nesta gama da marca, que será futuramente reforçada com o elétrico I-Pace, este novo SUV compacto vai estar disponível com motores entre 150CV e 300CV e está repleto de tecnologias de ponta. O Jaguar E-Pace entra em produção no final do ano.

  • 4,39 metros de comprimento
  • Motores Ingenium 2.0L entre 150CV e 300CV
  • Transmissão manual de seis ou automática de 9 com conversor de binário
  • Tração dianteira ou integral, com um avançado sistema Active Driveline
  • Estrutura com utilização do alumínio, aços de alta resistência e compósitos
  • 5 passageiros e 557L de capacidade na bagageira
  • Espaço, conetividade e Materiais Premium em destaque no interior
  • Três níveis de equipamento
  • Airbag para peões
  • Entra em produção no final do ano
  • Disponível com uma Edition 1 que oferece equipamentos adicionais

Foi dado a conhecer do ExCel de Londres o novo Jaguar E-Pace. Apresentado com um recorde mundial, o modelo “vai à luta” no segmento dos SUVS compactos Premium, onde encontra o compatriota Range Rover Evoque e outros rivais como os germânicos BMW X1, Audi Q3 e Mercedes GLA. O comprimento do modelo será de 4,39m (-34cm do que o F-Pace), enquanto a largura se situa nos 1,98m e a altura em 1,65m. Apresenta ainda uma distância entre eixos de 2,68m e das rodas às extremidades vão 88cm na dianteira e 83cm na retaguarda, algo que visa enfatizar a grande habitabilidade e exacerbar o dinamismo da condução.

 

Exterior do Jaguar E-Pace

A Jaguar define as linhas do exterior do novo SUV como “belas, divertidas e inteligentes”, pretendendo manter-se fiel aos cânones estilísticos da marca mas conseguindo atrair novos clientes. Por isso é mesmo indicado que ele “representa uma nova geração de modelos da Jaguar que deixa os seus antepassados orgulhosos”. Tem uma identidade própria misturada com traços já implementados no F-Pace, como na grelha de proporções musculares, as linhas descendentes do teto e o tratamento das superfícies de vidro nas laterais, sendo destacada a sua postura atlética e dinâmica inspirada nas capacidades desportivas do emblema inglês.

É ainda feita a referência a elementos como a assinatura em chicane da iluminação traseira, que na representa a agilidade com que ele cumpre as mudanças de direção. Para a frente é o perfil tecnológico que surge sublinhado, através da iluminação Matrix Led nos níveis de topo. Aquele que é apresentada como a “mais potente expressão da redescoberta importância da Jaguar no século XXI” tem ainda um grande spoiler no prolongamento do teto, jantes até 21’’, o escape que é a indicação das suas performances e o opcional teto panorâmico. O mais recente modelo da gama da marca britânica estará disponível num total de 11 cores.

 

Interior do Jaguar E-Pace

Além de destacar as grandes áreas a bordo, a marca coloca ênfase na combinação entre a qualidade premium dos revestimentos em pele e as superfícies que demonstram o lado técnico. Atenção ao detalhe e sofisticação jogam em conjunto para esta atmosfera de topo, com esta aliança entre design e tecnologia a ter o seu pináculo na faixa estilística que começa na consola central e acolhe a iluminada secção da caixa.

Digitalização é outro ponto-chave para o Jaguar E-Pace, que conta desde logo com um evoluído painel de instrumentos a cores de 12,3’’, a que se junta o ecrã de 10’’ para o sistema Touch Pro, que torna o SUV num hotspot wi-fi 4G. Mas o mais espetacular elemento neste ponto é o head-up display designado “Hud Thin-Film Transistor” com até mais 60% de área de projeção. Isto permite ir além das habituais informações, adicionando ainda dados como navegação, sinais de trânsito e até do sistema multimédia e dispositivos de conforto e segurança. À imagem de outros automóveis da marca, também para o Jaguar E-Pace está disponível a Activity Key, uma chave incorporada numa bracelete resistente à agua e choques, mais um atributo que destaca a aptidão para convencer clientes com um estilo de vida ativo.

Espaço é outro elemento destacado pela marca do felino, que refere a quantidade de espaços de arrumação desenhados de forma inteligente ao longo do habitáculo para cinco ocupantes. No que se refere à bagageira, os 575L são extensíveis a um máximo de 1234L com o rebatimento dos bancos traseiros, e será possível recorrer a controlos gestuais para abrir o portão traseiro. E como também haverá espaço para uma excelente experiência acústica a bordo, o Jaguar E-Pace pode ser encontrado com um sistema de som fornecido pela Meridian com uma potência de 825 watts.

 

Motores

O SUV compacto agora revelado pode ser encontrado com um total de cinco motorizações que apresentados abaixo:

Diesel
  • D150, potência de 150CV e binário de 380Nm (desde 124g/km de CO2)
  • D180, potência de 180CV e binário de 430Nm
  • D240, potência de 240CV e binário de 500Nm
Gasolina:
  • P250, potência de 249CV e binário de 365Nm
  • P300, potência de 300CV e binário de 400Nm

Toda a gama é composta por motores de 2.0L que estão equipados com turbos de geometria variável. Em relação às transmissões, está disponível uma caixa manual de seis velocidades e uma automática ZF de nove com conversor de binário que é a única opção para os três motores mais potentes.

Mecânica

Outro exemplo de tecnologia de ponta do Jaguar E-Pace está no mais avançado sistema de tração integral Active Driveline. Embora disponível também com tração dianteira ou o Standard Driveline, o sistema mais evoluído dá primazia ao envio da força para o eixo posterior, dando a sensação de condução de um SUV de tração traseira. Ele é mesmo capaz de enviar toda a potência para a retaguarda e até consegue canalizar 100% dela para apenas uma roda caso considere necessário. Atuando em apenas 10 milissegundos, é ainda indicado que o sistema poderá mesmo facilitar as brincadeiras permitindo derrapagens controladas, embora não seja explicado como será esse processo.

Mas se este sistema é rápido, o mesmo se pode dizer do adaptação da força de amortecimento que é feita a cada 0,01 segundos. O modelo recorre na traseira ao sistema exclusivo da marca com o nome ‘Integral Link’ . Segundo os britânicos, isto oferece benefícios ao nível do espaço interior e também para as rodas curvarem. E, falando de elementos partilhados com outros modelos da marca, é obrigatório referir o fabrico com recurso a uma combinação de alumínio, materiais compostos e aços de alta resistência. Entre as peças que obtiverem uma redução de peso graças ao fabrico em alumínio estão o capot (-10kg), o portão da mala (-15kg) e o painel do teto (-6 kg).

 

O Jaguar E-Pace conta com quatro modos de condução, que são o Normal, Dynamic e o ‘Rain, Ice and Snow’, que significam um comportamento diferente nos parâmetros de resposta da direção, caixa, acelerador e suspensão. Para este último modo foram essenciais os múltiplos testes de desenvolvimento que a marca refere, e que aqui lhe damos a conhecer:

  • Calor: Arizona e Dubai, +50º Celsius
  • Gelo e Neve: Suécia e Minnesota, -30º Celsius
  • Performance e Durabilidade: Nurburgring, Nardo (Itália) e Mojacar (Espanha)
  • Altitude: China e Alpes, +5000 metros
  • Calibração do motor: Tenerife
  • Ruídos, vibrações e aspereza: Gaydon
  • Todo o Terreno: Watters Arena, Gales

Veja aqui neste artigo o vídeo dos testes de desenvolvimento do Jaguar E-Pace.

Segurança

O airbag de peões do Jaguar E-Pace é um dos mais interessantes atributos do Jaguar E-Pace, contando com um sistema inovador que funciona entre 25 e 50 km/h. Para tal é utilizado um “capot ativo” que se eleva ligeiramente para, num tempo entre 50 e 60 milissegundos, insuflar uma almofada de ar que protege os utentes mais frágeis do cenário do trânsito em caso de embate. Além disso, surge ainda uma profusão de tecnologias que inclui a deteção de obstáculos e peões com travagem de emergência, os avisos de saída de faixa e de trânsito cruzado, o detetor de fadiga e o cruise control ativo entre muitos outros.

 

Equipamento

O Jaguar E-Pace está disponível com os níveis S, SE e HSE, este último a poder contar com um visual mais desportivo designado R-Dynamic. Além disso, é de destacar a disponibilização ao longo do período inicial de venda de uma “Edition 1” para o SUV, disponível com os blocos D180 e P250 que surgem em conexão com a caixa ZF de nove velocidades. Os modelos ganham um pack R-Dynamic, jantes de 20’’ com acabamento exclusivo, a Activity Key e a abertura gestual da mala. Além disso, apresentam ainda a espetacular iluminação de boas vindas que pode ver na foto com que fechamos este artigo.

 

Partilhar