GTA é professor de condução autónoma

Texto: Nuno Fatela

O famoso jogo de consolas oferece um complexo ambiente de condução que as marcas estão a aproveitar para o aperfeiçoamento em ambiente virtual dos seus sistemas de piloto automático.

 

O Grand Theaft Auto é uma das mais famosas sagas virtuais, um divertido mundo “a brincar” no qual é possível fazer todo o tipo de atividades criminosas para criar um Império do submundo dos tempos modernos. Este é um dos maiores sucessos de sempre da indústria dos videojogos e uma das razões prende-se com o realismo dos seus cenários, algo agora comprovado também pelos fabricantes automóveis, que recorrem ao GTA para efetuar testes aos sistemas de condução autónoma. Como indica a Bloomberg, este sistema permite às marcas acumular milhões de quilómetros de simulação sem necessidade de paragens para reabastecer, oferecendo a possibilidade de cumprir ininterruptamente diversas horas de condução, além de dar a hipótese de integrar variáveis inesperadas para comprovar o funcionamento e reações dos softwares de piloto automático. Assim os engenheiros e outros responsáveis pelo desenvolvimento desta tecnologia podem perceber de forma mais evidente como estão preparadas estas tecnologias antes do momento de as lançar para testes nas estradas públicas, uma nova fase de desenvolvimento que cada vez mais marcas estão a introduzir para ficar mais próximas de ter no mercado modelos capazes de se conduzir sem intervenção humana. No entanto, como pode ver no vídeo que colocamos para acompanhar este artigo, é melhor que os sistemas de condução autónoma não façam o que alguns condutores virtuais andam a fazer com os carros do GTA…

Fonte: Autoweek