PSA aposta na compra e venda de carros online

Texto: André Bettencourt Rodrigues

O banco de ensaios é ainda em França, através das plataformas ‘Peugeot Webstore’ e ‘Citroën Carstore’. Mas antecipa o que cada vez mais será uma tendência: a compra e venda de veículos online, como acontece em Portugal em portais como o Auto Sapo ou o Stand Virtual. Neste caso, com uma diferença: tratam-se de veículos novos, com o apoio de um dos maiores grupos automóveis do mundo.

A decisão da PSA Peugeot Citroën de comercializar, no online, as suas três marcas (Peugeot, Citroën e DS) é explicada pelas alterações produzidas nos últimos anos no que concerne a aquisição de um veículo automóvel — “um processo multicanal iniciado em 90% pelos potenciais clientes através da internet”, revela o Grupo.

Mas não se trata de uma primeira incursão nestas andanças, já que assenta na experiência adquirida nos portais de comércio eletrónico já em atividade, nomeadamente o da Citroën no Brasil, em operação desde novembro de 2016; o da Peugeot no Reino Unido, desde janeiro do presente ano, e o do novo DS 7 Crossback, ativo desde março último e já operacional em 8 países europeus. Um processo que será gradualmente implementado noutros países europeus, o que significa que Portugal poderá muito bem estar abrangido por esta nova forma de se venderem veículos.

Disponível a partir de agora em França, o cliente pode, além da simples compra do veículo, simular o seu financiamento, a retoma do seu veículo atual e, nestes casos, finalizar a sua encomenda no ponto de venda. Outras etapas irão, em breve, enriquecer o leque de serviços propostos, começando com uma subscrição online do seu financiamento.

Só para ter uma ideia, no Reino Unido, as vendas da Peugeot através deste canal aumentaram 75% na primeira metade de 2017, garantindo uma quota de cerca de 40%. Também no Brasil o sucesso é notório, com o Grupo a revelar que mais de 200 encomendas de veículos novos foram feitas online, comprovando esta mudança de paradigma.

 

Partilhar