Ford Edge com restyling caçado

Texto: Nuno Fatela

Esta versão atualizada de meio de ciclo para o Ford Edge deve chegar ao mercado em 2019

O SUV de topo na oferta da Ford, cuja atual geração foi lançada em 2016 (tratou-se da segunda geração do modelo, mas a estreia em solo europeu), está a preparar-se para receber uma atualização de meio de ciclo para manter o seu apelo junto do público. O renovado Ford Edge, que apenas chegará em 2019, foi caçado e apesar da forte camuflagem anuncia alterações ao nível do design dianteiro e traseira, com novas linhas para o para-choques, e ainda no estilo dos grupos óticos.

Apesar de serem esperadas alterações na gama de motorizações, as novidades anunciadas não têm, no entanto, impacto na oferta para Portugal. Isto porque entre as novidades é referida a maior eficiência dos Ecoboost 2.0L e 2.7L e ainda do V6 3.5L atmosférico. Em solo nacional, no entanto, o Edge apenas surge com o motor 2.0 TDCi nos níveis de potência de 180CV e 210CV. Para este último deve surgir uma novidade, pois espera-se que a atual caixa Powershift de seis relações seja substituída por uma nova transmissão automática de nove velocidades. Com impacto para o mercado português estão as várias alterações para a versão Premium, o Ford Edge Vignale. Estas alterações previstas para 2019 devem ajudar o Edge a manter-se em forma até ao surgimento da nova geração ou do sucessor (ainda não existem qualquer dado que permita saber os planos da marca), o que deve acontecer em 2021.

 

Partilhar