Defeitos dos Crossovers e SUVS premium

Os SUVS e Crossovers são uma moda que não passou ao lado dos fabricantes premium, que procuram também obter a sua parte deste mercado que continua em amplo crescimento. Assim surgem propostas que vão desde as gamas mais baixas até aos modelos de topo das marcas, numa oferta transversal. Mas, tal como acontece com as restantes carroçarias, também neste segmento existem algumas falhas que são comuns a cada modelo, e que agora revelamos no último dos artigos referentes aos defeitos mais habituais nos automóveis dos fabricantes premium. Após os compactos, as propostas para o segmento D e os sedans de dimensões superiores, aqui ficam as principais falhas nos SUVS e Crossovers Premium, numa lista alargada e que contempla algumas gerações já descontinuadas para uma avaliação mais completa…

Audi Q3
Desgaste irregular de discos de travão
Audi Q5
Fissuras por pedras no pára-brisas
Audi Q7
Erros de programação e defeitos nas luzes de nevoeiro
Desgaste da cobertura da junta esférica
BMW X1
Sistema de faróis com erros
Fissuras por pedras no pára-brisas e nos faróis de nevoeiro
BMW X3 (F25)
Riscos de pedras no para-brisas
Desgaste excessivo do tirante da barra estabilizadora
Fugas de óleo do diferencial
BMW X5 (E70)
Riscos de pedras no para-brisas
Motor e caixa de velocidades com fuga de óleo
BMW X6
Riscos no para-brisas e nas luzes de nevoeiro
Mercedes GLA
Com 99,8% dos modelos analisados a não apresentarem qualquer falha (e com o irmão Classe A como o melhor classificado em todo o estudo), não admira que a Dekra não aponte qualquer falha sistemática ao GLA
Porsche Cayenne (92A e seguintes)
Sistema de controlo do motor com erros relacionados com as emissões
Fuga de oleo no motor e caixa
Volvo XC90 (1ª Geração)
Travagem desalinhada e desgaste excessive das pastilhas e discos
Manete do travão de mão com curso demasiado longo
Desgaste nas extremidades da barra de direção

Fonte: Dekra Used Car Report

 

(uma explicação para a ausência de muitos dos SUVS da atual da gama da Mercedes, que deriva do facto de eles não surgem incluídos no ranking elaborado pela Dekra)

Partilhar