Cliente da BMW revoltado incendeia Série 7

Texto: Miguel Policarpo

Um cliente revoltado com a BMW decidiu centrar as atenções para si mesmo de uma insólita forma… ao atear fogo ao seu próprio Série 7.

Por outras ocasiões reportámos incêndios de um BMW M5, de um Lamborghini Countach, e de 12 Porsche obliterados por chamas. Desta vez, o acontecimento é algo diferente…e insólito. O cliente BMW Pourmohseni Hadi, um empresário italo-iraniano, incendiou o seu série 7  por alegadamente estar insatisfeito com a marca de Munique. E foi precisamente em Munique, em frente à sede da marca, que o dono do Série 7 mostrou o seu descontentamento.

Enquanto o automóvel ardia, Hadi manifesta-se com um cartaz inscrito por palavras contra a marca: “BMW engana cliente, fraude e chantagem”. A questão torna-se ainda mais caricata olhando ao passado de Pourmohseni: já não é a primeira vez que o empresário se manifesta contra a BMW através de maneiras… estranhas. Em 2013, por ocasião do Salão de Frankfurt, Pourmohseni Hadi destruiu o seu BMW M6 com recurso a uma marreta, motivado pelos problemas na transmissão do automóvel de que o proprietário se vinha a queixar desde 2008. Um ano depois, à margem do Salão de Genebra, Hadi voltou a repetir o feito, utilizando o mesmo método.

Parece que Pourmohseni Hadi ganhou o gosto, repetindo estes episódios. Este último identifica Pourmohseni como “Dr”, mas talvez o empresário necessitasse, na verdade, de acompanhamento de algum doutor para controlar a sua fúria contra a BMW…

Partilhar