BMW M4 CS revelado em Xangai

Texto: Diogo Borges

Xangai é, por estes dias, um local prolífero em novidades e esta é daquelas que vai fazer bater o coração dos amantes da divisão M.

A BMW apresentou hoje, no maior evento automóvel da China, o modelo que vai preencher o espaço entre o M4 e o M4 GTS – este último levado ao limite não há muito tempo pela nossa publicação.

O M4 CS foi apresentado como uma versão mais potente do M4, surgindo com uma variante do mesmo motor de seis cilindros, mas com 460cv e 600Nm de binário, mais 50 Nm do que a versão convencional, e transmissão automática como única opção. Para melhorar a performance do carro em estrada e pista, a BMW introduziu no desportivo as suspensões adaptativas do pack competition. A velocidade máxima está limitada a 280 km/h e a aceleração oficial da marca entre 0 e 100 km/h é de 3,9s (duas décimas mais rápido do que o M4).

As modificações mais significativas na carroçaria são o pára-choques, o pequeno aileron, o capô, e o tecto (tudo em fibra de carbono), e os faróis em led com a tecnologia OLED. Foram adicionadas novas cores exclusivamente para esta versão, dois tons de azul e um cinzento, e as jantes deste M4 CS, de 19’ à frente e 20’ atrás, vão ter um design exclusivo e envolver os pneus Michelin Pilot Sport Cup 2 semislick, próprias para estrada e circuito.

A marca germânica quis também dar um toque de competição ao interior do carro: os puxadores interiores foram substituídos por uma cinta com o logótipo e cores da M bordados, sendo que os bancos são típicos de competição e estão  forrados em couro e alcantara. Além disso, replicando a utilização da fibra de carbono do exterior, surgem revestimentos para os painéis das portas e outros locais num tecido que simula a inclusão desta liga de baixo peso.

 

Partilhar