Audi leva novo SQ5 a Detroit

Texto: Nuno Fatela

O bloco V6 3.0 TFSI de 354CV deste modelo permite acelerar até aos 100km/h em apenas 5,4 segundos.

A Audi estreia no Salão de Detroit a versão mais dinâmica da gama do Q5, o SQ5 que se coloca no topo das opções desportivas para a nova geração do SUV, que foi dada a conhecer no Salão de Paris. Partilhando o palco com o Q8 Concept, este modelo debita 354CV e 500Nm de um V6 3.0 TFSI, o que permite acelerar até aos 100km/h em apenas 5,4 segundos, enquanto a velocidade máxima está eletronicamente limitada aos 250 km/h. Com consumos anunciados de 8,3L/100km, a componente ambiental deste propulsor também recebe upgrades, com as emissões de 183g/km de CO2 a serem inferiores em 13g/km às do seu antecessor.

 

O motor V6 do SUV desportivo é um dos seus principais destaques, graças às várias evoluções que acolheu, onde merece desde logo referência o novo processo de combustão baseado no “Ciclo B” e que permite uma taxa de compressão mais elevada. Com o anterior compressor a dar lugar a um novo turbo twinscroll, o fluxo de ar é melhorado para que o 3.0 TFSI garanta uma resposta superior. Existem ainda modificações que ajudam a baixar os consumos, como é o caso do novo sistema de gestão de temperatura e ainda a redução de peso em 14kg através do fabrico em alumínio, com o total de 172kg do motor a permitir que o SQ5 acuse apenas 1995kg na balança.

As passagens de caixa mais velozes e suaves da transmissão TipTronic de oito velocidades ajudam a melhorar a dinâmica ao volante, com a configuração a oferecer relações iniciais mais curtas para otimizar a aceleração e as finais mais longas para redução dos consumos. Entre os 55km/h e os 160km/h a função “à vela” é outro segredo para que o Audi SQ5 gaste menos combustível.

 

A aderência ao solo é otimizada pelo sistema Quattro, que de origem envia a potência para o eixo traseiro mas que sempre que necessário fará a repartição entre as quatro rodas. Junta-se a vectorização de binário independente para cada roda, e pode ainda surgir um diferencial desportivo na retaguarda para melhorar o comportamento do SUV. Com este fim é também aplicada uma ligeira travagem, impercétivel aos ocupantes, nas rodas interiores sempre que o modelo está em curva, ajudando a conferir mais estabilidade, precisão e agilidade ao SQ5.

 

No design a marca destaca o perfil mais desportivo dos para-choques, com o da traseira a integrar as saídas de escape nas duas extremidades para indicar que estamos na presença da versão mais desportiva da gama Q5. As entradas de ar específicas na dianteira e o difusor com grelha em favo de mel são outros traços estilísticos do Audi SQ5,. O interior apresenta uma atmosfera marcada por tons negros, com a vocação desportiva deste SUV sublinhada pelas soleiras das portas com logo “S”, os pedais em aço e as patilhas em alumínio no volante. Juntam-se ainda neste design os bancos desportivos com pespontos em cor contrastante, sendo possível personalizar o habitáculo do Audi SQ5 com recurso a aplicações em madeira ou carbono.

 

Partilhar